Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.fucamp.com.br/jspui/handle/FUCAMP/315
Título: Desenvolvimento de plantas de alface Lactura Sativa Var. Crispa submetidas a duas fontes de fertilizantes orgânicos
Autor(es): Quelhas, Leonardo Gabriel de Castro
Orientador: Mônica Diene Rodrigues de Oliveira
Palavras-chave: Biofertilizante;Adubação;Crescimento
Data do documento: 11-Jul-2018
Resumo: Hortaliça de grande importância no país, à alface (Lactuca sativa L.) é uma planta anual, da família das Asteráceas, de caule curto e sumarento que pode atingir até 0,25 cm de altura, com ciclo curto as suas folhas são dispostas ao redor do caule em formato de roseta, com folhas verdes e inteiras, podendo ter morfologia distinta de acordo com a cultivar. Agricultores na busca por insumos sustentáveis, com menor dependência de industrializados e que posam ter custo baixo uma vez que podem ser produzidos pelos próprios agricultores, estão aumentando o uso da aplicação de efluentes, estercos de animais, materiais vegetais e sais minerais que após a transformação aeróbica ou anaeróbica, o produto final obtido é conhecido como fertilizantes organominerais ou biofertilizantes. O objetivo deste trabalho foi avaliar as respostas da cultura da alface utilizando o fertilizante orgânico de esterco bovino e de fundo de granja. O experimento foi conduzido em canteiros, com delineamento de blocos casualizados sendo cultivada a espécie Lactuca sativa var. crispa conhecida popularmente como alface crespa. Foram aplicadas as dosagens dos fertilizantes orgânicos, nas proporções de 0,25 kg por planta, sendo 4 kg por parcela e 28 kg por tratamento, aplicados por método de incorporação no solo antes do transplantio das mudas. Aos 51 dias do ciclo da cultura, avaliaram-se a estrutura foliar com raiz, estrutura foliar e raiz e tamanho radicular. Para comparação entre dados obtidos foi feito o teste de Tukey a 5% de probabilidade. Os melhores resultados foram obtidos na adubação feita com o uso de esterco bovino em relação ao desenvolvimento foliar e radicular das plantas.
Abstract: Vegetables of great importance in the country, lettuce (Lactuca sativa L.) is an annual plant, of the family Asteráceas, of short and succulent stem that can reach up to 0,25 cm in height, with short cycle its leaves are arranged to the around the stem in rosette format, with green leaves and whole, and may have different morphology according to the cultivar. Farmers in the search for sustainable inputs, with less dependence on industrialized products and who have a low cost since they can be produced by the farmers themselves, are increasing the use of effluents, animal manures, plant materials and mineral salts that after the transformation aerobic or anaerobic, the final product obtained is known as organomineral fertilizers or biofertilizers. The objective of this work was to evaluate the responses of the lettuce culture using the organic fertilizer of bovine manure and of farm bottom. The experiment was conducted in beds, with a randomized block design and the species Lactuca sativa var. crispa popularly known as crisp lettuce. The organic fertilizer dosages were applied in the proportions of 0.25 kg per plant, being 4 kg per plot and 28 kg per treatment, applied by soil incorporation method before transplanting the seedlings. At 51 days of the crop cycle, leaf structure with root, leaf structure and root and root size were evaluated. The Tukey test was used to compare the obtained data with a 5% probability. The best results were obtained in the fertilization done with the use of bovine manure in relation to the foliar and root development of the plants.
URI: http://repositorio.fucamp.com.br/jspui/handle/FUCAMP/315
Aparece nas coleções:Agronomia - Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Desenvolvimentodealface.pdf1,88 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.