Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.fucamp.com.br/jspui/handle/FUCAMP/442
Título: A Pedagogia de projetos aplicada ao ensino de cultura afro-brasileira nos anos iniciais do ensino fundamental
Autor(es): Silva, Vanusa Luiza da
Orientador: Davi,Tania Nunes
Palavras-chave: Cultura afrodescendente;Pedagogia de projetos;Ensino Fundamental
Data do documento: 6-Jun-2019
Resumo: A história e cultura afrodescendente gera interesse e possiblidades de pesquisa e análise no espaço escolar e fora dele. Levar aos alunos conhecimentos sobre aspectos da cultura afro-brasileira permite que se diminua o preconceito e se estabeleça uma cultura de paz e respeito ao outro na sociedade. O objetivo dessa pesquisa foi sugerir projetos de aula sobre o tema pesquisado que possam ser aplicáveis nos anos iniciais do Ensino Fundamental. Como metodologia utilizamos a pesquisa bibliográfica e a pedagogia de projetos. A herança de uma educação branca e eurocêntrica condicionou a formação de profissionais do ensino a temas afastados de outras culturas (como a negra e a indígena), gerando despreparo e preconceito de alguns educadores em relação a África, o que se reflete em suas aulas. Apesar de decorridos 15 anos da aprovação da lei 10.639, a escola ainda trabalha os temas da cultura afro-brasileira de forma superficial, se focando nas poucas atividades propostas nos livros didáticos e, em sua maioria, não promovendo a construção de um conhecimento mais aprofundado sobre o tema. Para modificar esse quadro propusemos dois projetos sobre o tema a partir das propostas da pedagogia de projetos. Cabe a escola, aos professores e a sociedade combater as manifestações racistas, excludentes e preconceituosas que os afrodescendentes sofrem para que a sociedade possa tratar os negros como cidadãos que tem sua identidade, dignidade e contribuições múltiplas para a construção da cultura brasileira. Logo, seus valores, modos de vida, pensar e agir precisam ser respeitados, conhecidos e valorizados assim como as demais etnias (como os índios) que formam o Brasil.
Abstract: Afrodescendant history and culture generates interest and possibilities for research and analysis in the school space and beyond. Bringing students knowledge about aspects of Afro-Brazilian culture allows prejudice to be reduced and a culture of peace and respect for others established in society. The purpose of this research was to suggest classroom projects on the researched topic that may be applicable in the initial years of Elementary Education. As methodology we use the bibliographical research and the pedagogy of projects. The inheritance of a white and Eurocentric education has conditioned the training of teaching professionals to themes that arefar from other cultures (such as black and indigenous), generating unpreparedness and prejudice of some educators in relation to Africa, which is reflected in their classes. Although 15 years after the adoption of Law 10.639, the school still works on Afro-Brazilian culture in a superficial way, focusing on the few activities proposed in textbooks and, for the most part, not promoting the construction of a more in-depth knowledge About the subject. To modify this framework, we have proposed two projects on the theme based on the proposals of the pedagogy of projects. It is up to the school, teachers and society to combat the racist, exclusionary and prejudiced manifestations that Afrodescendants suffer so that society can treat blacks as citizens who have their identity, dignity and multiple contributions to the construction of Brazilian culture. Therefore, their values, ways of life, thinking and acting must be respected, known and valued as well as the other ethnicities (like the Indians) that make up Brazil.
URI: http://repositorio.fucamp.com.br/jspui/handle/FUCAMP/442
Aparece nas coleções:Pedagogia - Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
pedagogiaprojetoaplicada.pdf474,52 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.