Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.fucamp.com.br/jspui/handle/FUCAMP/477
Título: As alterações dos planos de aposentadoria e a influência na vida do trabalhador brasileiro
Autor(es): Cardoso, Korina Maria Teixeira
Orientador: Costa, Simone Teles da Silva
Palavras-chave: Previdência Social;Aposentadoria;Reforma
Data do documento: 6-Dez-2019
Resumo: A Previdência Social protege o idoso que não terá mais condições de trabalhar devido a sua idade avançada ou invalidez, favorecendo um envelhecimento com menores preocupações relacionadas à sua subsistência e a sua saúde, pois receberá uma remuneração mensal do governo, em forma de retribuição às suas contribuições. O objetivo desse trabalho é fundamentar a análise sobre o trabalho, a aposentadoria e a terceira idade impostas com as novas regras no Brasil que implicam em um prolongamento do tempo de trabalho. O mercado de trabalho vem sofrendo transformações, e também há o aumento do número de aposentados e da crise da Previdência Social. Com isso, o perfil do aposentado também passa a ser reconfigurado. Os trabalhadores mais velhos são estimulados pela Previdência Social a se aposentarem. A reforma previdenciária representa um passo importante que deverá ser efetuado pela equipe de governo, que necessitam projetar uma nova maneira de funcionamento do setor previdenciário, visando o crescimento da população e a idade média dos brasileiros em relação a expectativa de vida. Para a elaboração deste trabalho, foi realizada uma pesquisa bibliográfica na qual foram utilizados artigos publicados em revistas, jornais acadêmicos e congressos, e também monografias, teses e dissertações, além de legislações publicadas no Diário Oficial da União e Câmara dos Deputados. O crescimento da população idosa relacionado a aceleração na queda da natalidade no Brasil, tem aumentado a preocupação dos governos quanto a insustentabilidade no sistema, ou seja, haverá a possibilidade de descartes entre o montante de recursos arrecadados e os benefícios que serão pagos aos futuros aposentados.
Abstract: Social Security protects the elderly who will no longer be able to work due to their advanced age or disability, favoring aging with lower concerns related to their livelihoods and health, as they will receive a monthly government remuneration in return for their contributions. The objective of this paper is to base the analysis on work, retirement and old age imposed by the new rules in Brazil that imply an extension of working time. The job market has been undergoing changes, and there is also an increase in the number of retirees and the Social Security crisis. With this, the profile of the retiree is also reconfigured. Older workers are encouraged by Social Security to retire. The pension reform represents an important step that should be taken by the government team that need to design a new way of operation of the social security sector, aiming at population growth and the average age of Brazilians in relation to life expectancy. For the elaboration of this work, a bibliographic research was carried out in which articles published in magazines, academic journals and congresses were used, as well as monographs, theses and dissertations, besides legislations published in the Official Gazette and House of Representatives. The growth of the elderly population related to the acceleration in the fall of birth in Brazil has increased the concern of governments about the unsustainability in the system, that is, there will be the possibility of discarding between the amount of funds raised and the benefits that will be paid to future retirees.
URI: http://repositorio.fucamp.com.br/jspui/handle/FUCAMP/477
Aparece nas coleções:Ciências Contábeis - Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Alteracoesplanosaposentadoria.pdf162.95 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.